INFORMAÇÃO NA HORA CERTA!

TRANSLATE (TRADUZIR PÁGINA)

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Bancários decidem iniciar greve na próxima terça, dia 30


A categoria dos bancários deve iniciar uma greve nacional por tempo indeterminado a partir da próxima terça-feira, dia 30. A decisão foi tomada na noite desta quinta, 25, em assembleias realizadas em todo o País.
A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) apresentou um reajuste de apenas 7% sobre o salário (0,61% de aumento real), sobre a Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e sobre os auxílios refeição, alimentação e creche; além de 7,5% no piso (1,08% acima da inflação). Os bancários, contudo, pediam um aumento de 12,5%.
O Sindicato dos Bancários do Piauí decidiu, por unanimidade, aderir à greve. Com a presença de 185 bancários de diferentes bancos, a assembleia foi presidida pelo presidente do sindicato, Arimatéa Passos, e pelos diretores Lusemir Carvalho, João Sales e Francisca de Assis Araújo.
“Este dia é tão importante como é o natal ou nosso aniversário, pois é o início de nossa luta para um futuro melhor”, declarou Arimatéa, após a categoria decidir pela greve.
Na segunda-feira, dia 29, novas assembleias serão realizadas por sindicatos de todo o País, para avaliar uma eventual nova proposta dos bancos, ou para organizar o movimento grevista, caso a nova oferta não seja feita. “Temos obrigação de respeitar todos os prazos da lei, para que os bancários possam exercer seu direito greve sem serem ameaçados com demissões, por exemplo”, explica Juvandia Moreira, uma das coordenadoras do Comando Nacional dos Bancários.
Além do reajuste de 12,5%, a categoria também reivindica um piso de R$ 2.979,25 e aumento maior para os vales refeição, alimentação e auxílio-creche/babá.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

NÃO NOS RESPONSABILIZAMOS PELOS COMENTÁRIOS DOS LEITORES